Sintraspug - Cada vez mais forte! 

DIA INTERNACIONAL DA MULHER, LUTA E RESISTÊNCIA CONTINUA

A Previdência Social brasileira está passando por uma série de reformas. Muitas dessas reformas afetam significativamente a vidas das mulheres trabalhadoras.

Uma dessas modificações ocorreu no último mês, por intermédio de uma medida provisória. A lei fez alterações sobre o salário-maternidade. Gestantes devem ficar atentas! Com a mudança, se a beneficiária não requerer o seu direito em até 180 dias perante o INSS, ou seja, se não solicitar o salário-maternidade dentro desse prazo, perde o benefício. A regra já está valendo, mas a sua manutenção deverá ser aprovada pelo Congresso Nacional.

 

Outra questão relevante vem na chamada “Reforma da Previdência”. A proposta de Emenda Constitucional encaminhada pelo Governo Federal ao Congresso Nacional com o intuito de alterar as regras para a concessão de benefícios estabelece a idade mínima de 62 anos para a mulher se aposentar. Infelizmente, as mulheres que começaram a trabalhar mais cedo serão penalizadas, tendo que aguardar a idade para poderem requerer suas aposentadorias.

Veja a lista completa